Trigo: Aspectos que não conhecemos

Então, qual o problema do trigo? Porque ele vem tendo destaque nas dietas e debates ultimamente? Glúten é mocinho ou vilão? Deve-se retirá-lo da dieta?

O trigo está bem diferente do que se comia nos últimos 10.000 anos. Técnicas de melhoramento genético foram utilizadas para selecionar as melhores características de cada variedade, visando facilitar colheita e debulha, aumentar resistência a seca e pragas e aumentar produção desse cereal. Assim, geramos um trigo “novo”, com uma quantidade de glúten por grão bem maior do que antes. Antigamente, o processo de colheita e armazenamento era mais lento, o que permitia um certo grau de germinação no trigo, reduzindo portanto, e de forma natural, o glúten, o que não acontece hoje! Há a produção de um trigo com proteínas tão diversificadas que ainda não sabemos exatamente como atuará em nosso organismo. E por isso, se estuda muito o papel do glúten em algumas doenças.

Outro ponto importante, é o consumo excessivo! Quando se pergunta a um indivíduo se ele consome pelo menos 3 a 4 porções de frutas e vegetais por dia, para a maioria a resposta é não! Mas, se a pergunta for: “Quantas porções de alimento contendo trigo você consome?”, com toda a certeza, a resposta será assustadora! È trigo no café da manhã, almoço, jantar e às vezes até nos lanches. Overdose! Nunca se comeu tanto trigo, principalmente porque a indústria utiliza muito esse cereal na produção de diversos produtos.

E diante de tudo isso, devemos simplesmente retirá-lo da nossa alimentação? Com exceção de quem tem o diagnóstico de Doença Celíaca, a resposta é não!! Radicalismo também não é a solução! O ideal é buscar um profissional capacitado para avaliar a sua alimentação – o Nutricionista, e partir daí, tanto o seu padrão alimentar, como você serão criteriosamente avaliados! Você terá uma dieta nutricionalmente equilibrada e adequada às suas necessidades, além de passar um processo de reeducação alimentar, que é fundamental!

Área de Conhecimento

Novidades em primeira mão

Cadastre seu e-mail e fique por dentro das últimas notícias!